O que está morto não pode morrer

Yo. Tem algum tempo que eu não escrevo aqui. Praticamente morto. Mas não mais! Quer dizer, mais ou menos. Eu estou a algum tempo sem vontade de escrever sobre video games, então eu não via propósito de usar isso daqui, junto com o sentimento de que ninguém lê o que eu escreve e isso me fez meio que deixar de lado o blog.

O que mudou? Eu joguei Uncharted 4 e fiquei com vontade de escrever sobre Uncharted, The Last of Us e minha relação e amor e ódio com a Naughty Dog. Eu ando meio ocupado com a faculdade, mas como essa semana tem feriado, vou tentar escrever essa parada que tá fermentando na minha cabeça desde domingo quando eu terminei o mais novo exclusivo do PS4.

Então esse vai ser o novo propósito desse blog, escrever o que eu tiver vontade quando eu tiver vontade. Sem uma periodicidade nem nada. Toda vez que eu tiver opiniões sobre jogos (ou filmes, ou séries, ou livros, ou qualquer coisa que me dê na telha porque essa merda é minha) que precisem de mais do que 3 tweets para serem articuladas, eu vou vir pra cá. Espero. Sei lá. Essa temporada de Game of Thrones tá legal, mas a melhor série de domingo tem sido Penny Dreadful. Sorry not sorry.

Se é a primeira vez que você está lendo algo que eu escrevo sobre video jogos de entretenimento, não leia o resto desse blog, só tem bosta. Eu escrevi umas paradas maneiras no Velvet Blog. Ou pelo menos eu achei maneiro quando eu escrevi anos atrás, deve estar terrível hoje. Não lê nada que eu escrevi no passado. Sério, você e seu tempo merecem mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s